segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

A Batalha do Apocalipse





"Há muitos e muitos anos, tantos quanto o número de estrelas no céu, o paraíso celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o Dia do Juízo Final. Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas. Único sobrevivente do expurgo, Ablon, o líder dos renegados, é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na Batalha do Armagedon, o embate final entre o céu e o inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro da humanidade. Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano, das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval, A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana - é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, repleto de lutas heroicas, magia, romance e suspense."

É um livro muito interessante (e muito comprido, tem 500 e tantas páginas e eu não li tudo). Pode esquecer cronologia: o autor pula do fim do mundo pra Babilônia, volta pro fim do mundo e depois pula pro nascimento de Cristo. Sério, é a coisa mais chata relacionada ao livro. Mas o bom é que você pode ler apenas a parte do Apocalipse, pular o resto e não alterar em nada a compreensão da história!

E pra quem curte teoria da conspiração, há diversas nessa história. Todas relacionadas ao nosso querido filho-da-puta anjo Miguel.

Boa leitura a todos!

PS: No livro ele É um filho-da-puta.

Um comentário:

  1. Vi esse blog no perfil do Alain e o nome me chamou atenção. Gostei daqui. Boa sorte e sucesso ;*

    ResponderExcluir