segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Amores Assassinos #3

Weeeeeeeeeeeeeeeeeee!!! Mais um Amores Assassinos!!!!
Vejamos os românticos problemáticos dessa semana:

Zeca Baleiro - Xote do Edifício


Ah! O amor é lindo! Principalmente se seu namorado se dispõe a se matar por você! *ironia mode on*



Ludo - Love Me Dead


É meio assustador um cara saber que a menina é praticamente o capeta e, ainda assim, gostar dela. Bem sugestivo o nome, não? Ah, o clipe não fica para trás no quesito "bizarrice".






Maná - No Voy A Ser Tu Esclavo


Sabe quando você percebe que seu namorado é praticamente um gênio do mal? Pois é....



Emilie Autumn - If You Feel Better


É a vez do eu-lírico dar uma pisadinha. Essa música também ensina a como ganhar uma briga de casal.



Caso você tenha uma sugestão de música que entre neste contexto, envie sua sugestão!

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

A Batalha do Apocalipse





"Há muitos e muitos anos, tantos quanto o número de estrelas no céu, o paraíso celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o Dia do Juízo Final. Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas. Único sobrevivente do expurgo, Ablon, o líder dos renegados, é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na Batalha do Armagedon, o embate final entre o céu e o inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro da humanidade. Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano, das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval, A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana - é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, repleto de lutas heroicas, magia, romance e suspense."

É um livro muito interessante (e muito comprido, tem 500 e tantas páginas e eu não li tudo). Pode esquecer cronologia: o autor pula do fim do mundo pra Babilônia, volta pro fim do mundo e depois pula pro nascimento de Cristo. Sério, é a coisa mais chata relacionada ao livro. Mas o bom é que você pode ler apenas a parte do Apocalipse, pular o resto e não alterar em nada a compreensão da história!

E pra quem curte teoria da conspiração, há diversas nessa história. Todas relacionadas ao nosso querido filho-da-puta anjo Miguel.

Boa leitura a todos!

PS: No livro ele É um filho-da-puta.

domingo, 25 de dezembro de 2011

Feliz Natal




Curiosidade: Esse video foi gravado 20 anos depois da morte de Elvis (como, não me perguntem).

Feliz Natal a todas as 9 pessoas que acompanham essa porcaria tentativa de blog.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Sem sentido, mas engraçado

Passeando pelo blog Coisinhas de Otaku, encontrei essa pérola:



Eu simplesmente tinha que tirar um "Print" disso!
Natal, férias....


E desde a volta do blog a Gabi não postou nada
    .
    .
    .
    .
REAGE, MULHER!!!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Amores Assassinos #2

A continuação de uma das poucas razões pelo blog ainda não ter sido deletado (hehe).


Avenged Sevenfold - A little piece of Heaven

Título comprido, música mais comprida ainda. Mas vale a pena, já que é uma das que mais se encaixam no título do post. Sugestão do leitor Mad Hatter.



Voltaire - Ex-Lover's Lovers

Sim. Ele de novo. É meu cantor favorito, e esta música que deu origem a esta série de postagens. Na verdade foi a de baixo.



Hori - Diga que me Quer

Pra você, o filho do Fábio Jr sendo chato com a ex. Pra mim, um eu-lírico psicopata que não aceita o fim do relacionamento. Pode reparar:



Não deixem de comentar o que acharam e de fazerem suas próprias sugestões.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Criatividade

Minha criatividade se esvaiu.
Sobre o que escrevo agora?
Sobre a criatura putrefata que me atormenta, e por quem eu me renderia sem luta nem questionamento? Não... Já foram milhares as palavras destinadas e desperdiçadas a tão singelo e desgraçado ser.
Sobre a agonia, minha arma em batalha, meu relicário do futuro próximo? É lugar comum dos poetas, mesmo antes de meu país nascer.
Sobre a sinfonia simples e sofisticada da sociologia? Céus, são sensações sinceras, sustentadas por seres sóbrios e sozinhos. Só saberia assombrá-los.
Sobre a filosofia? Complexa demais...
Que tal a astronomia? Uma tentativa feita, porém fracassada.
Até a falta é mostrada em minuciosos detalhes, tal qual um peixe sendo limpo por um pescador.
Com quê sustentarei minha doce loucura?
Sobre o que escrevo agora?
Minha criatividade se esvaiu!